Voltar

Contrastes e Gravidez

Postado em 02/08/2017 às 18:08:27 imagem noticia Contrastes e Gravidez

Pensando de forma didática e simples, há duas famílias de contrastes: o da tomografia computadorizada (iodados) e o da ressonância magnética (gadolínio).

Durante a gestação tanto os exames de tomografia quanto de ressonância devem ser bem avaliados e debatidos entre a paciente, o obstetra e medico imaginologista / radiologista.

Em circunstâncias excepcionais, quando o estudo tomográfico é essencial, pode ser utilizado o contraste iodado. Todavia, após a administração de contraste iodado à mulher grávida, deve ser avaliada a função tiroidiana do feto ao longo da primeira semana de vida.

Já quando existe uma indicação muito clara para realizar uma Ressonância Magnética com contraste numa mulher grávida, recomendado administrar um dos agentes com gadolínio mais estáveis (com "baixo risco de Fibrose nefrogênica sistêmica").

Só para você ouvir falar, os gadolínios com baixo risco de induzir "Fibrose nefrogênica sistémica" são: Gadoteridol, Gadobutrol e Gadoterato de meglumina. Explicarei melhor em outro tópico.

Porque destas medidas?

O contraste iodado (tomografia) atravessa a barreira placentária humana. O gadolínio (ressonância) tem passagem transplacentária em primatas. Porém não há estudos bem controlados confirmando ação teratogênica ou mutagênico (“dano genético ao bebê”).

Há raros relatos de casos de hipotireoidismo ("baixa função da tireoide") associado a "antigo exame de amniofetografia" (não realizado na atualidade de rotina) com a injeção de contraste iodado. Porém não bem documentada relação da injeção intravascular (“na veia”) materna de contraste tomográfico com casos de hipotireoidismo neonatal (“no bebê”).

Um estudo (2007) com mulheres que foram expostas ao gadolínio (contraste da ressonância) no primeiro trimestre da gestação não demonstrou efeito teratogênico ou mutagênico no seus recém nascidos. Porém o risco real de desenvolver "Fibrose nefrogênica sistêmica" na "mãe ou criança" é desconhecido.

Em resumo, é importante que o medico assistente e a gestante discutam os potências risco e benefícios de uso de contrastes durante a gestação; e em caso de dúvidas, antes de solicitar qualquer exame de por imagem, consulte o medico imaginologista de sua confiança a cerca das melhores alternativas para o diagnostico em questão.


Nota:
As informações publicadas neste site não devem ser consideradas aconselhamento médico. Não esqueça que a Medicina é uma ciência em constante transformação e inúmeros trabalhos e evidencias são modificadas todos os dias.
Se você é um leitor não-médico, consulte seu médico sobre quaisquer questões médicas relacionadas a doenças, condições, sintomas, diagnóstico, tratamento e efeitos colaterais.


Instituto AMMO

Por Instituto AMMO

Educação em saúde sem fronteiras

Voltar

Mais acessadas

Amamentação e Contraste da Ressonânci

15131 visualizações

Postado em 02/08/2017 às 16:08:27

Contrastes e Gravidez

8047 visualizações

Postado em 02/08/2017 às 18:08:27

Estilhaços, corpos estranhos e projéte

1648 visualizações

Postado em 02/08/2017 às 17:08:27

Boletim informativo

Inscreva seu e-mail para receber notificações sobre novas postagens.